Toffoli cancela comissão que avalia impeachment de Witzel.

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, atendeu nesta segunda-feira (27) a um pedido da defesa do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e solicitou a formação de uma nova comissão especial na Assembleia Legislativa para conduzir o processo de impeachment contra o ex-juiz.

A Decisão joga o processo pelo afastamento de Witzel de volta à estaca zero na semana em que o governador deveria apresentar sua defesa.

Para o presidente do Supremo, a decisão pela formação de uma nova comissão ocorre devido à “proporcionalidade de representação dos partidos políticos e blocos parlamentares, bem como a votação plenária dos nomes apresentados pelos respectivos líderes, ainda que o escrutínio seja feito de modo simbólico”.