Endividamento das famílias bate recorde no Brasil, diz pesquisa.

O cenário é pior para as famílias com renda de até dez salários mínimos.

Entre os entrevistados, aumentou o número dos que afirmaram que estão com as contas atrasadas e dos que não terão como pagar a dívida.

O cartão de crédito segue liderando o ranking dos principais tipos de dívida, com 76,2% do total. Em seguida aparecem carnês, com 17,6%, e o financiamento de veículos, com 11,3%. Porém, nos últimos meses, ganharam relevância as dívidas com crédito consignado, crédito pessoal, carnês e as modalidades de financiamento.

Analistas prevêem cenário cada dia mais pessimista, enquanto durar a crise gerada pelo #coronavirus.