“Se tudo tivesse que depender de mim, não seria este o regime que estaríamos vivendo”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro falou neste sábado para aqueles que acham que ele pode fazer tudo e disse que se fosse por ele o regime que o Brasil vive seria outro e defendeu a democracia e a liberdade .

“Alguns acham que eu posso fazer tudo. Se tudo tivesse que depender de mim, não seria este o regime que nós estaríamos vivendo. E apesar de tudo eu represento a democracia no Brasil”.

“Nós vivemos num país livre, esta liberdade vale mais que a própria vida para cada um de nós. Tenho certeza, juntamente com as nossas Forças Armadas e demais instituições do governo, tudo faremos para cumprir a Constituição, para fazer com que a nossa democracia funcione e para que a nossa liberdade esteja acima de tudo”, acrescentou.

Em janeiro, a apoiadores o presidente disse que a imprensa é o maior problema do país e classificou alguns veículos de comunicação como piores do que lixo, argumentando que o lixo ao menos pode ser reciclado, enquanto a mídia, na visão do presidente “não serve para nada”.

“No final de 2019 eu acabei com todas as assinaturas de jornais. IstoÉ, Veja, Estadão, Globo, Folha. Todos os ministros recebiam, mais alguns órgãos”, disse.

“Quem quiser comprar lixo, vai na rodoviária. Não é nem lixo, porque lixo é reciclável. Não serve para nada, só fofoca, mentira o tempo todo”, acrescentou.