Esplanada dos Ministérios é fechada pela 3ª vez para evitar manifestações

O governo do Distrito Federal decidiu fechar pela terceira vez a Esplanada dos Ministérios neste domingo (21).

O novo bloqueio repete a estratégia que vem sendo adotada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) para conter “aglomerações” durante a pandemia do novo coronavírus e, também, impedir manifestações que ele considera como “antidemocráticas”. 

Ibaneis já havia antecipado que pretendia continuar barrando o acesso às sedes de órgãos e à Praça dos Três Poderes. Congresso, Supremo e Planalto estão cercados por grades. “Não vou admitir baderna na minha cidade”, afirmou o governador, na última quarta-feira.

O bloqueio valerá a partir das 23h59 deste sábado (20). A interdição vale durante todo o domingo. O trânsito de veículos ficará vetado na Esplanada a partir da Rodoviária. Os automóveis também não poderão acessar a via S2, entre o prédio do Anexo 4 da Câmara dos Deputados e a Procuradoria-Geral da República. O controle será feito pelo Detran (Departamento de Trânsito do Distrito Federal), Polícia Militar e DER (Departamento de Estradas de Rodagem).