Wassef deixa defesa de Flávio Bolsonaro

Frederick Wassef decidiu deixar a defesa do senador Flávio Bolsonado no inquérito que investiga suposto esquema de “rachadinha”, após Fabrício Queiroz ser preso em Atibaia, no interior de São Paulo, em um imóvel ligado ao advogado.

O próprio senador deu a declaração, na noite deste domingo (21), por meio das redes sociais.

“A lealdade e a competência do advogado Frederick Wassef são ímpares e insubstituíveis. Contudo, por decisão dele e contra a minha vontade, acreditando que está sendo usado para prejudicar a mim e ao presidente Bolsonaro, deixa a causa mesmo ciente de que nada fez de errado”, escreveu o senador