Eleições no Peru: Keiko Fujimori pede revisão de votos

As eleições do Peru seguem em impasse.

A candidata conservadora Keiko Fujimori formalizou nesta quarta à noite denúncias de fraude eleitoral contra seu rival, o esquerdista Pedro Castillo.

Com 99% das atas de votação no país contabilizadas até as 22h52 desta quarta, Castillo tinha 50,20% dos votos contra 49,79% de Fujimori, uma diferença de aproximadamente 0,4 ponto percentual, segundo dados oficiais do Escritório Nacional de Processos Eleitorais do Peru.

Fujimori pediu à justiça eleitoral que analise 500.000 votos

Castillo, por sua vez, declarou-se vencedor do pleito presidencial antes do final da contagem dos votos.

Bolsonaro lamenta eleição de Castillo para a Presidência do Peru

O presidente Jair Bolsonaro ontem (9) sobre a provável vitória do professor Pedro Castillo nas eleições para a Presidência do Peru.

Bolsonaro lamentou a eleição do candidato de esquerda.

O resultado oficial, no entanto, ainda não foi divulgado pelo Juri Nacional de Eleições do país vizinho porque falta apurar menos de 1% dos votos.  

“Perdemos agora o Peru. Voltou, pelo que tudo indica, falta 1% de apuração lá, só um milagre pra reverter, vai reassumir lá um cara do Foro de São Paulo”, afirmou o presidente.

Se confirmada a vitória de Castillo, será a primeira vez que o Peru será presidido por um governo de esquerda. 

Bolsonaro também comentou a situação de outros países vizinhos, como Argentina e Venezuela, que são administrados por governantes de esquerda. 

“Olha para onde foi a nossa Venezuela, quando se começou a acreditar nas coisas fáceis. Um país riquíssimo, como a Venezuela, em petróleo e ouro. Olha para onde eles foram, tendo em vista a ideologia que seguiram. Olha pra onde está indo a nossa Argentina. Só um milagre para salvar a Argentina”.