Deputados rejeitam projeto de LOCKDOWN no Rio de Janeiro.

A Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) reprovou, com 55 votos, o projeto que autorizaria o Governo do Estado a decretar medidas de isolamento total obrigatório como estratégia para frear o avanço da covid-19

Foram 69 votos no total e 13 abstenções. Houve um único voto a favor da proposta, que vai ser arquivo.

A pressão feita pelos cariocas hoje em frente à Alerj, contribuiu para a tomada de decisão dos Deputados.

Segundo a proposta em questão, o Executivo poderia adotar a suspensão de todas as atividades não essenciais, limitar as reuniões de pessoas em espaços públicos ou privados, além de regulamentar os serviços públicos e atividades essenciais, principalmente sobre horário de funcionamento e lotação máxima de pessoas.

A medida autorizaria também governo a proibir a circulação de veículos particulares, exceto para a compra de alimentos ou medicamentos, para transporte de pessoas para atendimento à saúde, para desempenho de atividades de segurança ou para realizar itinerários de serviços essenciais.

Além do fechamento de entrada e saída de veículos no estado fluminense, exceto de caminhões, ambulâncias ou de veículos de atividades de segurança e de pessoas que realizem atividades essenciais.

A fiscalização das medidas seria realizada, mas caso necessário, pode se valer de uso da força policial para cumprir proposta.