Auxílio emergencial vai ser liberado enquanto durar a crise, diz Paulo Guedes.

O ministro da economia, Paulo Guedes, confirmou hoje (30) que o benefício será concedido por pelo menos mais três meses, mas afirmou que ela pode ir além, enquanto durar a crise. 

A previsão é que serão liberados os valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, nessa ordem.  

 “Nós acreditamos que vai descer em três meses com algum vigor, mas, se não descer, lá vamos nós pensar quanto tempo mais vamos segurar o fôlego.”, declarou Guedes