Alexandre de Moraes amplia multa e intima Facebook.

O ministro do STF Alexandre de Moraes decidiu aumentar nesta sexta (31), de R$ 20 mil para R$ 100 mil ao dia, a multa aplicada ao Facebook pelo descumprimento da decisão de bloquear, em todo o mundo, contas mantidas por perfis de apoiadores do presidente Bolsonaro na rede social.

Moraes destacou que, como empresa privada, o Facebook Brasil ‘deve respeitar e cumprir, de forma efetiva, comandos diretos emitidos pelo Poder Judiciário relativos a fatos ocorridos ou com seus efeitos perenes dentro do território nacional’. O ministro registrou que ordenou a suspensão dos doze perfis bolsonaristas para ‘cessar a continuidade da divulgação de manifestações criminosas’.

Entre os perfis suspensos estão o do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), dos empresários Luciano Hang e Otávio Fakhoury, da ativista Sara Winter, do jornalista Allan dos Santos, Bernardo Kuster e Winston Lima, do humorista Reynaldo Bianchi, de Marcelo Stachin, do assessor do deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia (sem partido) e pré-candidato a vereador pela capital Edson Pires Salomão e de outros aliados do presidente Jair Bolsonaro.