MRE BRASIL responde de forma clara e incisiva à China e dá lição de diplomacia ao país asiático.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil enviou nota à Embaixada da China nesta quarta (25) após país comunista se manifestar com ameaças ao Brasil e ao Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, nas redes socias.

“O Brasil é um país democrático, com plena separação dos poderes, vigência do Estado Democrático de Direito e liberdade de expressão. Espera-se que a Embaixada da República Popular da China, em suas manifestações, respeite esses fundamentos do ordenamento constitucional brasileiro”, diz o texto.

O MRE afirmou ainda que o tom do país asiático às declarações do parlamentar foi ‘ofensivo’.

“O tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso da referida ‘Declaração’ prejudica a imagem da China junto à opinião pública brasileira“, ressalta.

Aguardamos agora o posicionamento da Casa do Povo, já que houve ataque direto e ameaça ao membro da Câmara Federal Brasileira que é tão somente o Deputado Federal mais votado da história do Brasil e que está lá representando mais de 2 milhões de brasileiros e eleito de forma ampla e democrática.

Resta saber se a presidência e a mesa diretora da Casa representa os interesses do povo brasileiro através dos deputados federais eleitos ou se baixará a cabeça e será subserviente a influência externas.

O Brasil é um potência econômica e militar, a maior da América Latina e a segunda maior das Américas e a décadas é uma das dez maiores economias do planeta. Hoje é um dos maiores fornecedores de matérias-primas essenciais e comodities e alimenta mais de 20% da população mundial.

Não estabelecemos parcerias com outros países para sermos submetidos a estes e sim em prol da convergência mútua de interesses, isto deve ser deixado claro ao povo brasileiro e principalmente a comunidade internacional.

Esta missão permanente de afirmação cabe ao Executivo através de seu Ministério das Relações Exteriores e aos demais poderes, quando desejarem ratifica-las e nunca e em nenhuma hipótese diminuí-la.