Ministério da Justiça prorroga o uso da Força Nacional de Segurança Pública em cinco municípios

O Ministério da Justiça e Segurança Pública  prorrogou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio aos estados participantes do “Em Frente, Brasil”, projeto piloto de enfrentamento à criminalidade violenta.

A portaria, publicada no Diário Oficial da União prevê atuação por mais  180 dias, podendo ser prorrogada.  

A Força Nacional de Segurança Pública integra as forças-tarefas dos municípios de Ananindeua, no  Pará, Cariacica,no Espírito Santo, Goiânia, em Goiás,  São José dos Pinhais, no Paraná,  e Paulista, em Pernambuco .

Desde o dia 30 de agosto, essas cidades contam com uma atuação conjunta entre as forças de segurança federais, estaduais e municipal dentro do projeto “Em Frente, Brasil”.

Uma iniciativa inédita que integra União, Estados e Municípios, o “Em Frente, Brasil” demonstra resultados expressivos na redução da criminalidade violenta em cinco cidades que recebem o projeto-piloto. 

As forças-tarefas contam com a participação de policiais federais, rodoviários federais, militares, civis, bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários, agentes federais de execução penal, Força Nacional de Segurança Pública e demais agentes de segurança estaduais e municipais.

Desde que teve início, no dia 30 de agosto, até o dia 7 de dezembro a integração entre as forças de segurança federais, estaduais e municipais resultou na queda de 43,5% nos homicídios nas cinco cidades onde o programa está implantado. O número de roubos nessas cinco cidades caiu 28,7%.