Governadores saem em defesa dos estados e municípios na reforma da Previdência

Através de uma carta conjunta assina nesta quinta (6), governadores saíram em defesa da manutenção de estados e municípios na proposta da reforma da previdência.

O pedido só não traz as assinaturas dos governadores da Bahia, Rui Costa (PT), e do Maranhão, Flávio Dino (PC do B).

Na carta, os governadores argumentam que o regime previdenciário opera em déficit, o que vem causando a crise fiscal que vem sendo enfrentada pelos governos regionais.

“Contamos com o indispensável apoio de nossos deputados e senadores para a manutenção dos estados e do Distrito Federal na nova Previdência, a fim de garantir o equilíbrio fiscal e o aumento dos investimentos vitais que promovam a melhoria da vida de nossos concidadãos, evitando o agravamento da crise financeira que já se mostra insustentável.”

Uma ala de parlamentares é contra a adesão automática de estados e municípios à reforma. Há negociação para que cada ente federativo aprove posteriormente suas próprias reformas nas assembleias estaduais.

Na avaliação dos governadores, essa ideia representaria um obstáculo à efetivação das normas e poderia produzir regras diferentes para cada estado.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação