Davi Alcolumbre arquiva todos os pedidos de impeachment contra ministros da Corte

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, decidiu arquivar todos os pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal e o procurador-geral da República, Augusto Aras.

O presentão de natal ocorreu no último dia 22 de dezembro.

Davi resolveu rejeitadar 36 denúncias contra os ministros do STF e duas contra Aras durante a sua gestão.

O maior alvo dos pedidos foi o ministro Alexandre de Moraes. Foram 17 pedidos de impeachment do ministro que conduz inquéritos como das fake news (Inq 4.781) contra membros do STF, a suposta interferência do presidente da Polícia Federal (Inq 4.831) e atos antidemocráticos (Inq 4.828).

Em seguida, aparecem Dias Toffoli (9 menções), Gilmar Mendes (6), Marco Aurélio (5), Rosa Weber, Edson Fachin e Celso de Mello (4, cada), Ricardo Lewandowski e Luís Roberto Barroso (3, cada), Cármen Lúcia e Luiz Fux (2, cada).

Dentre os autores dos pedidos estão parlamentares, advogados, ativistas políticos e demais cidadãos. Modesto Carvalhosa foi autor de cinco denúncias contra ministros do Supremo e de uma contra o PGR.