Bolsonaro diz que “se tiver terrorista no Brasil, vai ser entregue”

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse hoje (6), que pretende entregar terroristas que estiveram escondidos no Brasil. 

Jornalistas perguntaram ao presidente se o País também poderia enviar tropas para um eventual conflito e Bolsonaro respondeu:

“Não, que tropas? Não vou discutir esse assunto contigo. Se tiver terrorista no Brasil, vai ser entregue. Não interessa a nacionalidade.”

Bolsonaro também afirmou que houve uma reunião em São Paulo, neste domingo (5), de apoiadores do Irã no conflito contra os Estados Unidos:

“Não vou falar nada. Tenho informações mas não vou falar. Está em análise. As informações têm de ser processadas, ou melhor, os informes.”