Bolsonaro anuncia Temer como chefe de missão de ajuda ao Líbano.

Bolsonaro expressou as condolências do governo e do povo brasileiro, lembrando que 10 milhões de libaneses e descendentes vivem no Brasil. “Tudo que afeta o Líbano, nos afeta como se fosse o nosso próprio lar”, disse.

Em nota, o ex-presidente Michel Temer, que é filho de libaneses, disse estar “honrado com o convite”. Segundo ele, assim que o ato for publicado no Diário Oficial da União, “serão tomadas as medidas necessárias para viabilizar a tarefa”.