900 câmeras devem ser instaladas em todo DF até final do ano

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal pretende instalar mais de 200 câmeras de monitoramennto nas ruas da capital até o fim do ano. Em 2018 eram 70, e até esse mês de janeiro já somam 672 equipamentos instalados.

Alessandro Moretti, secretário executivo de segurança pública do Df, explica que as câmeras são uma forma de aumentar a eficiência. 

Na semana passada, o Governo do Distrito Federal inaugurou uma central de monitoramento de câmeras no batalhão da Polícia Militar em Ceilândia. Plano Piloto, Taguatinga, Samambaia, Riacho Fundo I e II, Recanto das Emas e Águas Claras também já têm áreas monitoradas, somando oito regiões administrativas com o serviço. E a previsão do governo distrital é que 29 regiões tenham câmeras implantadas em locais públicos até o final do ano. 

A Coordenadora da ONG Intervozes, que trabalha com os direitos dos cidadãos, Marina Pita, alerta que o videomonitoramento pode invadir a privacidade do cidadão. 

A Secretaria de Segurança Pública afirma que o monitoramento facil por enquanto não vai ser implementado no DF, mas que é um projeto para o futuro. O governo garante ainda que os dados são protegidos e que apenas autoridades públicas têm acesso às imagens. 

Segundo o GDF, serão gastos em 2020 cerca de 5 milhões de reais para implantação das câmeras de vigilância.