Senador rejeita julgamento de impeachment de Trump antes do dia 20

O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell disse hoje que o segundo julgamento de impeachment do presidente Donald Trump não será votado antes que o presidente certificado Joe Biden seja empossado no dia 20.

“Dadas as regras, procedimentos e precedentes do Senado que regem os julgamentos de impeachment presidencial, simplesmente não há chance de que um julgamento justo ou sério seja concluído antes do juramento do presidente eleito Biden na próxima semana. O Senado realizou três julgamentos de impeachment presidencial. Eles duraram 83 dias, 37 dias e 21 dias, respectivamente ”, escreveu McConnell em um comunicado após a votação de impeachment .

“Mesmo se o processo do Senado começasse esta semana e se movesse prontamente, nenhum veredicto final seria alcançado até que o presidente Trump deixasse o cargo. Esta não é uma decisão que estou tomando; é um fato. O próprio presidente eleito afirmou na semana passada que sua posse em 20 de janeiro é o caminho ‘mais rápido’ para qualquer mudança no ocupante da presidência. ”

O Senado está fora de sessão até 19 de janeiro, um dia antes da data marcada para a posse de Biden.

A Câmara votou 232–197 pelo impeachment de Trump pela segunda vez. Cada democrata votou a favor do impeachment, enquanto dez republicanos se juntaram a seus colegas para impeachment do presidente.

Confira a análise no canal Pátria & Defesa.