Paraguai: Cassação relâmpago de senador é exemplo para o Brasil. Assista!

Um senador paraguaio que disse ser preciso “matar pelo menos 100 mil brasileiros bandidos” no país teve o mandato cassado nesta quinta (28) .

Em menos de três dias úteis, o senado paraguaio cassou um de seus membros. Parece mentira, mas não é não, esperamos que a moda pegue no Brasil.

O senador Cubas Colomés, de extrema-esquerda, pediu a morte de “100 mil brasileiros” em um vídeo veiculado no início da semana. O parlamentar já tinha duas suspensões na Casa.

Não houve tempo do senador reagir e ninguém teve a coragem de alegar “liberdade de expressão” .

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o agora ex-senador Paraguayo Cubas Colomés dando um tapa em um policial e chutando uma viatura perto de um posto policial em Minga Porá, distrito próximo da fronteira brasileira.

O Senado do Paraguai afirmou que Paraguayo Cubas, que pertence ao “Cruzada Nacional”, perdeu o cargo pelo “uso indevido de influências”.

Momentos depois, Cubas foi até o local onde estavam estacionados os três caminhões e acusou brasileiros no Paraguai de serem “bandidos” e “invasores”, e de deflorestarem o país.

“Bandidos brasileiros, bandidos! Invasores, agora desmatando o país! Tem que matar aqui pelo menos 100 mil brasileiros bandidos. Quantos brasileiros tem aqui? 2 milhões. E 100 mil são bandidos.”, disse o ex-senador

Confira as imagens:

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação