Eduardo Leite quer apuração da PF sobre suspeita de hacker em prévias

O governador Eduardo Leite (RS) defendeu a abertura de investigação da Polícia Federal para esclarecer se a pane no aplicativo das prévias do PSDB seria resultado de um ataque hacker.

Nas redes sociais, na noite da quarta (24), o presidenciável manifestou apoio à iniciativa de ex-presidentes da legenda, que cobra da direção nacional solicitar à PF a apuração das causas do fiasco tecnológico e o suposto crime cibernético.

A Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), responsável pela ferramenta online de votação, afirmou na quarta, por meio de nota, ser “muito plausível” que tenha ocorrido um ataque hacker ao aplicativo usado no domingo (21).