Bolsonaro diz que ‘tem muita coisa errada’ na Petrobras e que novo presidente vai ‘dar arrumada’

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta manhã a apoiadores que “tem muita coisa errada” na Petrobras e que o novo presidente da companhia, general Joaquim Silva e Luna, vai “dar uma arrumada lá”.

Bolsonaro garantiu aos apoiadores que a situação será revertida por Silva e Luna. “Vocês vão ver a Petrobras como vai melhorar”, disse. “Se tiver que fazer qualquer mudança, nós faremos”, completou, negando interferência na empresa ou que tenha pedido para que os preços de combustíveis sejam reduzidos.

Ontem, ao deixar a residência oficial, o presidente já havia aproveitado o contato com apoiadores para criticar o atual presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e afirmar que atual política da empresa atende aos interesses de “alguns grupos do Brasil”.

Nesta terça (23) a bolsa de valores brasileira, a B3, voltou a operar em alta após o anúncios da mudança que ocorrerá no comando da estatal.

Por volta das 13h20 (de Brasília), as ações preferenciais da companhia (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, subiam 10,26%, enquanto os papéis ordinários (PETR3), com direito a voto em assembleia, registravam alta de 8,07%.

O Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores brasileira, também operava em alta. No mesmo horário, o índice tinha valorização de 1,45%, aos 114.299,188 pontos.

Após Bolsonaro indicar o general Joaquim Silva e Luna para assumir o cargo de presidente da Petrobras, a imprensa tradicional começou o trabalho que melhor sabe fazer “tentar criar o caos”, mas durou pouco, até o momento as ações preferenciais da companhia (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, subiam 10,26%.

O Ibovespa terminou o dia com 112.667,70 pontos, atingindo seu menor patamar desde 3 de dezembro de 2020, quando alcançou 112.291,59 pontos.

Bolsonaro já disse que não haverá interferência na gestão da Petrobras após anunciar a troca do diretor-presidente da estatal, Paulo Castelo Branco. O fato de o preço dos combustíveis não ter baixado já justifica a mudança.

“Você pode ver, o que que eu interferi na Petrobras? Alguém responde aí?”, disse ele a interlocutores na manhã esta terça-feira no jardim do Palácio do Alvorada. “O que que eu falei para baixar o preço? Nada, zero.” Na sequência, um apoiador comenta que é preciso vender as refinarias, mas Bolsonaro segue conversando. “O novo presidente vai dar uma arrumada lá, pode deixar.”

Confira a nota oficial da indicação do General Silva e Luna para o comando da estatal.

Confira a análise no canal Pátria & Defesa: