“tem sede de poder, não consegue administrar o estado dele” diz Bolsonaro sobre Doria

“Pessoal está conhecendo essas pessoas por aí. É sede de poder. Ele não consegue administrar o estado dele e quer comentar o Brasil”, afirmou Bolsonaro

“Você não sabe o que é uma cadeira presidencial para desejar 22 para gente. Há uma demonstração clara de quem dominava o Brasil, né? Eles querem voltar a qualquer custo. Não é apenas aquele pessoal do 9 dedos, não [em alusão ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva]. Tem mais gente que ficou mal acostumado ao longo dos anos.”

Doria criticou Bolsonaro pois segundo o governo de São Paulo, o esquema de segurança, com 6 mil policiais militares, para a Motociata, custou aos cofres públicos estaduais R$ 1,2 milhão.

Após o evento, Doria anunciou ter multado Bolsonaro, seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, além do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, por não terem usado máscaras. Cada um deles foi autuado em R$ 552,71, numa clara demonstração de disputa política.