‘Quase Catastrófica’, diz Bolsonaro sobre revisão do marco temporal no STF

Os ministros retomam hoje o julgamento sobre a tese que pode permitir mais demarcações de terras indígenas

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que a revisão da tese pela Corte será um duro golpe no agronegócio.

“Será um duro golpe no nosso agronegócio, com repercussões internas quase catastróficas, mas também [repercussões] lá para fora”.

“A gente pede a Deus que logo mais o nosso Supremo Tribunal Federal não altere o marco temporal. Se isso vier a acontecer, porque é uma pressão externa muito grande, mas o pessoal lá, de fora, não sabe as consequências disso aí. Hoje, o Brasil tem a sua segurança alimentar. Mas muitos outros países dependem do que nós produzimos para que eles lá fora tenham a sua segurança alimentar também” disse o presidente durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Bolsonaro ainda disse que o preço dos alimentos “no mundo” está em alto. Como consequência de uma eventual revisão do marco temporal, segundo ele, o valor “vai disparar e, mais do que isso, podemos ter o mundo desabastecido.

O Brasil tem a sua segurança alimentar, mas muitos países lá fora dependem do Brasil”, disse.