Pará está na rota do 1º rali de carros elétricos; prova vai chamar a atenção para a sustentabilidade

Uma competição automobilística internacional sustentável, inédita no mundo, será realizada daqui a dois anos, no oeste paraense. Trata-se do Extreme E, que reúne exclusivamente veículos 4×4 elétricos, que não utilizam combustíveis fósseis.

O rali vai ocorrer em apenas cinco locais do planeta, um deles é a floresta amazônica. No Brasil, a rota é a região do entorno da cidade de Santarém. O produtor do evento, Alejandro Agag, explica que os territórios escolhidos têm um ponto em comum.

O anúncio da competição foi feito esta semana pelo governador do Pará, Helder Barbalho. Para ele, além de chamar a atenção para as mudanças climáticas e a preservação do meio ambiente, o evento vai gerar ganho econômico ao estado.

O Pará vai ser palco da final do Extreme E. De acordo com o governo estadual, não será necessária a realização de obras, já que o desafio do rali é enfrentar o terreno natural da região.

Além disso, a expectativa é que a competição deixe um legado por onde passar. A ideia é reflorestar uma área equivalente à distância percorrida nas provas, para estimular ações socioambientais.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação