Mesmo presa, Cristiane Brasil é confirmada pré-candidata à Prefeitura do Rio.

A filha de Roberto Jefferson está presa preventivamente desde sexta (11) por supostamente participar de um esquema de desvios de até R$ 30 milhões no governo do estado e na prefeitura do Rio de Janeiro.

A candidatura não será barrada pela Lei da Ficha Limpa porque Cristiane não foi condenada em segunda instância.

Cristiane diz que é vítima de perseguição política e declarou:

“Sabemos que há interesses políticos por trás desses atos todos que acontecem. Mas estou com a consciência tranquila de que a Justiça será feita e os fatos serão esclarecidos a meu favor. Então, podem contar que, em breve, novamente estarei em liberdade e pronta para competir e ser prefeita do Rio de Janeiro”.