Governo Bolsonaro corta verba das Forças Armadas

A notícia foi dada durante almoço do presidente da República, Jair Bolsonaro, com os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, nesta terça (7).

Inicialmente estava programado um corte de 21%, mas o corte foi elevado para 44% dos R$ 13,1 bilhões do orçamento da área, o equivalente a R$ 5,8 bilhões.

O valor total só é menor do que o “contingenciamento” previsto pelo Ministério da Educação, de R$ 7,3 bilhões.

O porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, confirmou a informação :

“Com a aprovação da nova Previdência e outras ações estruturantes, o governo entende que pode reacomodar esse orçamento, não só no Ministério da Defesa, mas em todos os outros envolvidos que foram contingenciados. O bloqueio decorre da necessidade de adequação à lei orçamentária e ao teto de gastos.”

Em nota, o Ministério da Defesa disse que o bloqueio não afetará operações da pasta “no momento”. “Tal bloqueio, no momento, não impõe necessidade de mudanças na operacionalidade do Ministério da Defesa. A pasta trabalha com a expectativa de recuperação da economia e reequilíbrio do orçamento brevemente.”

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário em alta
0 Autores de comentários
Autores recentes de comentários
  Inscrever-se  
Mais novo Mais antigo Mais votado
Notificação
trackback

… [Trackback]

[…] Read More on that Topic: patria.digital/governo-bolsonaro-corta-verba-das-forcas-armadas/ […]