Governador do Piauí e Primeira-dama Petista são alvos de operação da PF.

A casa do governador do Piauí, Wellington Dias (PT), e o gabinete da deputada federal Rejane Ribeiro de Sousa Dias (PT-PI), que também é primeira-dama, são alvos de buscas da PF hoje (27).

A suspeita é que houve desvios de recursos da Educação do Piauí por meio de pagamentos superfaturados em contratos de transporte escolar. Inicialmente, a apuração aponta para fraudes de R$ 50 milhões.

A Operação Topique, feita em parceria com a CGU (Controladoria-Geral da União) e o MPF (Ministério Público Federal), cumpre 12 mandados de busca e apreensão em Teresina (PI) e em Brasília (DF). As ordens foram expedidas pela Justiça Federal no Piauí.

De acordo com a PF, mesmo após duas fases da operação, o governo do Piauí mantém contratos ativos com as empresas participantes do esquema criminoso, que totalizam o valor de R$ 96,5 milhões, celebrados entre os anos de 2019 e 2020.