Governador do Amazonas, Wilson Lima, é alvo de operação da PF

Operação do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (30) oito mandados de prisão temporária, além de pedidos de buscas e apreensão em 14 endereços de pessoas ligadas ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC).

A investigação apura a atuação de uma organização criminosa instalada no governo do Amazonas com o objetivo de desviar recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19.

A prisão do governador chegou a ser pedida pela PF, mas o ministro do STJ negou. Falcão afirma na decisão que “não se justifica a imprescindibilidade da decretação da extraordinária medida cautelar de privação de liberdade do chefe do Executivo estadual ao menos neste momento”.

A prisão de Wilson Lima não foi autorizada, no entanto, ele é alvo de mandados de busca e apreensão e de bloqueio de bens. O STJ determinou o bloqueio no valor R$ 2,976 milhões, de 13 pessoas físicas e jurídicas.