Facebook suspende perfil de Eduardo Bolsonaro por 30 dias

O deputado federal Eduardo Bolsonaro recorreu ontem à Justiça do DF contra o Facebook.

O deputado disse que a rede social restringiu o uso de sua conta por 30 dias e pede liminar para derrubar a punição.

Eduardo está impedido de publicar e comentar postagens de outros usuários desde 14 de julho.

A plataforma justifica a medida devido a postagem de frases supostamente atribuídas a Adolf Hitler.

O parlamentar afirma que não teve possibilidade de defesa.

Eduardo já foi suspenso por sete dias, anteriormente, por postagem que fere as regras de interação na rede social.

Facebook admite erro e reestabelece conta de Eduardo Bolsonaro

O Facebook disse  que publicação feita pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) na rede social com frases creditadas a Adolf Hitler foi excluída “indevidamente” e já foi restaurado.

“O post de Eduardo Bolsonaro foi removido indevidamente e já foi restaurado. A consequente restrição foi levantada do Perfil do deputado”, afirmou um porta-voz do Facebook.