Ex-diretor da Petrobras confirma conta de propinas do PT com empreiteira OAS

Renato Duque, ex-diretor da Petrobras, confirmou que o Partido dos Trabalhadores (PT) tinha uma conta de propinas com a empresa OAS.

Durante seu depoimento na quarta (10), Renato Duque confirmou através de seus relatos, as informações já ditas anteriormente por executivos da empreiteira quando afirmou ter ficado com R$ 1,5 milhão que iria para o PT, em troca de não retardar a construção e o aluguel da Torre de Pituba, sede da Petrobras em Salvador.

Duque é réus na ação penal da à 56ª fase da Operação Lava Jato, de codinome de Sem Limites, que apresenta fraudes e propinas de R$ 67,2 milhões na construção do edifício.

Os desvios teriam abastecido diversas campanhas do PT. 

Renato Duque disse que o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, o procurou para tentar inserir a OAS nas obras, e que teria pedido ajuda.

“Quando essa discussão não caminhava bem, o Vaccari interferiu e disse para Leo (Pinheiro): ‘Leo, faz o contrato com ele e se for o caso desconta da conta que vocês têm com o PT’”, disse Renato Duque.

“Pelo que eu entendi eles tinham uma conta corrente, várias obras da OAS no Brasil inteiro, não só a Petrobras, entendi assim, e tinha um montante a ser pago para o partido, então o Vaccari pediu que o Leo fizesse o contrato e descontasse esse dinheiro desse montante à receber”, concluiu Duque

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário em alta
0 Autores de comentários
Autores recentes de comentários
  Inscrever-se  
Mais novo Mais antigo Mais votado
Notificação
trackback

… [Trackback]

[…] Read More to that Topic: patria.digital/ex-diretor-da-petrobras-confirma-conta-de-propinas-do-pt-com-empreiteira-oas/ […]