DEFESA DIZ QUE SARA WINTER SOFRE AMEAÇAS DE MORTE EM PRESÍDIO.

Sara foi presa na última segunda-feira (15) após determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Os advogados de Sara Winter, líder do movimento “300 do Brasil”, disseram que ela está sofrendo ameaças de morte dentro do presídio feminino do Gama, no Distrito Federal, para o qual ela foi transferida nesta quarta-feira (17).

Em nota para a imprensa, os advogados de Sara lamentam que o pedido de habeas corpus ainda tenha sido analisado pela Suprema Corte e afirmam que ainda não tiveram acesso à decisão que motivou a prisão temporária de Sara.