Defesa de Daniel Silveira pede cirurgia sob risco de danos irreversíveis

A defesa do deputado federal Daniel Silveira, preso por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF, enviou um novo pedido de revogação da prisão preventiva do deputado.

Desta vez, os advogados alegam a urgência de uma cirurgia no joelho direito do deputado, “para amenizar o prejuízo já sofrido e permanente no joelho do parlamentar”.

Daniel Silveira sofreu uma lesão no joelho em junho. O advogado alega que, após a prisão do deputado, a saúde dele foi negligenciada e que, por este motivo, Silveira apresenta “fortes dores, dificuldade de caminhar, falseados constantes, perda de equilíbrio, inchaços, dificuldades de encolher o membro lesionado e tantas outras limitações”.