Bolsonaro indica Augusto Aras para procurador-geral da República

O subprocurador-geral da República Augusto Aras será o sucessor de Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República. O mandato de Dodge termina no dia 17 e, antes de assumir o cargo, Aras precisa passar por sabatina no Senado.

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, nesta quinta-feira, a indicação.

“Acabei de indicar o senhor Augusto Aras para chefiar o Ministério Público Federal. Uma das coisas conversadas com ele, e já era sua praxe, é na questão ambiental, o respeito ao produtor rural e também o casamento da preservação do meio ambiente com o produtor”.

Antônio Augusto Brandão de Aras é doutor em Direito Constitucional pela PUC de São Paulo e professor da Universidade de Brasília e da Escola Superior do Ministério Público da União. Ingressou no Ministério Público Federal em 1987 e, atualmente, é subprocurador-Geral da República com atuação no Superior Tribunal de Justiça e membro do Conselho Superior do Ministério Público Federal.

O nome de Augusto Aras não faz parte da lista dos três candidatos à PGR mais votados por membros do Ministério Público Federal. O presidente da República não é obrigado a escolher entre esses nomes da lista tríplice, mas, nos últimos 16 anos, o nome do procurador-geral estava na lista.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação