Biden quer encontro com Bolsonaro para tratar da Amazônia

O primeiro encontro entre o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro e o presidente dos EUA, Joe Biden , poderá acontecer no dia 22 de abril, em um encontro virtual planejado pelos americanos.

O assunto da reunião terá como prioridade: as queimadas na Amazônia .

Bolsonaro ainda não confirmou a participação no primeiro encontro após a vitória do democrata nas eleições americanas.

A relação entre os dois começou bastante estremecida, com o apoio de Bolsonaro à Donald Trump e ameaça de sansões do democrata caso o Brasil “não faça nada para diminuir as queimadas na Floresta Amazônica” .

Biden ameaçou aplicar sanções econômicas ao Brasil. Sem citar o nome de Biden, Bolsonaro disse que uma solução “apenas pela diplomacia não dá” e que “depois que acabar a saliva tem que ter pólvora”.

Para Jair Bolsonaro, os incêndios florestais são relativos e afirmou que não deverá ter intervenção de outros países em bens brasileiros.

Há a expectativa da participação de Emmanuel Macron, presidente da França.

Macron se reunir com as 7 maiores economias do mundo para debater sobre as queimadas, em 2019. O chefe do Palácio do Planalto rebateu uma publicação do francês afirmando que teria usado tom sensacionalista e tinha visão de “colonialista”.

A data do possível encontro é emblemática para o Brasil, Dia do Descobrimento do Brasil e para os Globalistas é o Dia da Terra.

Confira a análise no Canal Pátria & Defesa.