YouTube remove vídeos do Canal de Bolsonaro

O YouTube removeu 15 vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro publicados em 2019 e em 2020, nos quais ele defendia o uso remédios para tratamento da covid-19.

Em comunicado, a plataforma disse que, após análise cuidadosa, os vídeos foram removidos por violarem as políticas do YouTube de informações médicas incorretas sobre o tema.

“Nossas regras não permitem conteúdo que afirma que hidroxicloroquina e/ou ivermectina são eficazes para tratar ou prevenir covid-19; garante que há uma cura para a doença; ou assegura que as máscaras não funcionam para evitar a propagação do vírus”, informou o YouTube.