Pacheco prorroga CPI por 90 dias

A CPI foi instalada em 27 de abril. O prazo final de funcionamento era 7 de agosto (em caso de haver recesso parlamentar) ou 25 de julho (sem recesso).

Rodrigo Pacheco leu no plenário requerimento de prorrogação apresentado pelos integrantes da cúpula da comissão parlamentar de inquérito.

Com a leitura do requerimento, os trabalhos da CPI, serão prorrogados por mais 90 dias, e a comissão poderá manter as atividades até o início de novembro.