Militares do Sudão reintegram primeiro-ministro após acordo

Neste domingo (21), um acordo político foi assinado no Sudão permitindo que Abdalla Hamdok seja reintegrado como primeiro-ministro.

O principal general do Sudão, Abdel Fattah al-Burhan, assinou o acordo no domingo com Hamdok para restaurar a transição para o regime civil quase um mês após os militares assumirem o poder.

O acordo de 14 pontos, assinado no palácio presidencial em Cartum, também prevê a libertação de todos os presos políticos detidos durante o golpe e estipula que uma declaração constitucional de 2019 seja a base para uma transição política, de acordo com detalhes lidos na TV estatal .

“Devo começar dizendo que nosso país é guardado e preservado por Deus Todo-Poderoso e seja lá o que chegarmos no beco sem saída, meus compatriotas sudaneses são capazes de restaurar nosso país de volta ao curso,” disse o primeiro ministro.