Fachin solicita nova manifestação da PGR sobre acusação contra Lira

O ministro Edson Fachin, do STF, cobrou do procurador-geral da República, Augusto Aras, nova manifestação sobre uma denúncia apresentada pela força-tarefa da Lava-Jato contra o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Lira é acusado de envolvimento em um esquema de corrupção, focado no pagamento de propina a integrantes do Partido Progressista.

O caso ficou conhecido como “Quadrilhão do PP“.

A solicitação do magistrado sobre nova manifestação ocorre após a Procuradoria-Geral da República (PGR) defender o arquivamento do caso.

No despacho, o magistrado destaca que ‘o Ministério Público não poderá desistir da ação penal’.

Em junho, no âmbito da mesma acusação, Fachin determinou o arquivamento da denúncia contra os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e Eduardo da Fonte (PP-PE) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Na ocasião, ele também pediu parecer da PGR, mas manteve o andamento do processo contra Lira.