Bolsonaro fala em reajuste a servidores se PEC dos Precatórios for aprovada

Hoje (16), o presidente Jair Bolsonaro disse que pretende dar reajuste a todos os servidores públicos federais no ano que vem caso o Senado aprove a PEC dos Precatórios.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) contorna o teto de gastos e abre espaço de R$ 91,6 bilhões no Orçamento de 2022 ao adiar o pagamento de dívidas judiciais e mudar a correção do teto de gastos, a regra que impede que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação.

“A inflação chegou a dois dígitos, então conversei com (o ministro da Economia) Paulo Guedes. Em passando a PEC dos precatórios, tem que ter um pequeno espaço para dar algum reajuste. Não é o que eles merecem, mas é o que nós podemos dar. A todos os servidores federais, sem exceção”, disse Bolsonaro durante visita ao Bahrein.

Bolsonaro disse também que a reforma administrativa “não atingirá os atuais servidores” e que só realizará os concursos públicos essenciais: “Dessa forma estamos mostrando responsabilidade”.