Bolsonaro cumpre quarentena sugerida pela Anvisa

Presidente desembarcou em Brasília na manhã desta quarta-feira (22) e ficará 5 dias em isolamento antes de fazer teste da doença

O secretário especial de Comunicação do Palácio do Planalto, André de Sousa Costa, informou hoje (22) que o presidente Jair Bolsonaro e integrantes da comitiva que tiveram contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, permanecerão em isolamento pelos próximos cinco dias e farão novos testes do tipo RT-PCR no próximo fim de semana

Caso os resultados dos exames sejam negativos, Bolsonaro e membros da comitiva serão liberados do isolamento e acompanhados por médico até o 14º dia desde o último contato com Queiroga, cujo exame resultou positivo antes da viagem de retorno da delegação para o Brasil, após participação na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

O ministro permaneceu nos Estados Unidos, em isolamento por 14 dias em um hotel