Alemanha vai limitar vida pública de não imunizados

A medida foi anunciada hoje (18) pela chanceler Angela Merkel em meio a um aumento das restrições em vários países europeus atingidos pela crise de saúdepública. Por lá se fala em quarta onda.

Pelas regras alemãs, será levado em conta o nível de lotação dos hospitais de cada estado para aplicar as restrições aos não imunizados.

O comprovante de imunização ou de recuperação da doença será exigido também em hotéis, academias e eventos esportivos.

Merkel defende medidas mais rígidas e descreveu a situação atual como “dramática” e disse que essa medida evita um novo lockdown.